Uma sexta-feira em Portugal e no mundo pelo clima e por novos empregos

Immagine

Sexta-feira, 20 de Setembro de 2019
Centenas de iniciativas por todo o mundo estão previstas para esta sexta-feira, 20 de setembro, e durante uma semana, dinamizadas pela rede Mobilização Global pelo Clima, na qual os estudantes e jovens têm um maior protagonismo. [Na foto: Greta Thunberg a 19 de Julho, em Berlim (Alemanha), na manifestação das “sextas-feiras pelo futuro”: na próxima semana, a jovem sueca estará na cimeira das Nações Unidas. Foto © Leonhard Lenz/Wikimedia Commons].

De acordo com a página da organização, estão previstas manifestações em cidades como Nova Iorque, Rio de Janeiro, Madrid, Londres, Nápoles, Berlim, Seul e Lisboa. Em Portugal, estão previstas manifestações para esta sexta, 20, ou a próxima sexta-feira, 27 de setembro, no Porto, Aveiro, Leiria, Coimbra, Guarda, Faro, Chaves e Viseu, além de Lisboa.

“Para executar as muitas tarefas que serão necessárias para transformar a economia e a sociedade, será essencial criar um setor público e cooperativo dedicado a esta transformação, algo que já está contemplado em projetos como a campanha Empregos para o Clima em Portugal ou o Green New Deal nos Estados Unidos: serão precisos centenas de milhares de novos postos para trabalhadores e trabalhadoras só em Portugal, e centenas de milhões por todo o mundo, para garantir esta transição”, diz o manifesto do “Movimento Estudantil Português Salvar o Clima, inspirado na iniciativa Fridays for Future (Sextas-feiras pelo Futuro), iniciada pela jovem estudante e ativista Greta Thunberg.

Thunberg tem também tido uma agenda bastante preenchida numa tentativa de mobilização da classe política, especialmente americana. Na quarta, a jovem sueca reuniu-se com o grupo de trabalho que trata das questões ambientais no Senado norte-americano e pediu ações, não elogios. Greta pediu especificamente para não ser tratada como inspiradora, “sem realmente fazerem nada sobre o assunto.” “Desculpem, mas não estão a esforçar-se o suficiente”, disse, citada pela BBC.

Além desse encontro, a ativista esteve também na terça-feira com o ex-Presidente dos EUA, Barack Obama, que lhe disse: “Tu e eu somos uma equipa.” Quando questionada por Obama em relação ao que devem os jovens ativistas, políticos do presente ou aspirantes e todas pessoas fazer em relação às mudanças climáticas, Greta referiu: “Sejam criativos.”

Greta será também uma das jovens convidadas para a cimeira da ONU sobre o clima, que se iniciará em Nova Iorque segunda-feira próxima, 23 de setembro. A Cimeira de Ação pelo Clima pretende aumentar a ambição dos líderes políticos e acelerar as ações para que a execução do acordo de Paris, alcançado em 2015, tenha sucesso.

Estes debates ganham cada vez mais relevância com base nos estudos ambientais que têm sido publicados recentemente. A 8 de agosto último, em Genebra, Suíça, investigadores do Painel Intergovernamental para as Alterações Climáticas (IPCC, da sigla inglesa), divulgaram um documento, em que afirmam que para manter o aquecimento global bem abaixo dos 2ºC é necessário reduzir a emissão dos gases de efeito de estufa em todos os setores, incluindo comida e solo.”
[Guilherme Lopes – 7Margens]