Moçambique: Bispos católicos manifestaram preocupações ao presidente da República

Immagine

Sábado, 24 de Abril de 2021
O Presidente da República de Moçambique, Filipe Jacinto Nyusi, recebeu em audiência os bispos católicos do país, na passada quinta-feira, a pedido da Conferência Episcopal, para abordar “assuntos de carácter social”. D. Lúcio Andrice Muandula, bispo de Xai-Xai e presidente da Conferência Episcopal de Moçambique (CEM), assinalou, em particular, as situações ligadas às novas gerações. [Foto: Presidência da República de Moçambique. Texto: Ecclesia]

“A Igreja gostaria que a juventude vivesse uma vida diferente da que está a viver, por isso encorajamos o povo, em particular à juventude, no sentido de procurar cultivar as suas esperanças e sonhos, e trabalhar para que se realize”, disse o responsável, citado pelo site da Presidência de Moçambique. O bispo de Xai-Xai considerou que o encontro foi “cordial” e permitiu uma maior compreensão das posições das duas partes.

“Foi um encontro privado que solicitamos para conversar com sua excelência o presidente da República e trazer alguns pareceres da Conferência Episcopal de Moçambique sobre a situação do país nas diversificadas vertentes”, referiu D. Lúcio Andrice Muandula.

Filipe Jacinto Nyusi, por sua vez, agradeceu à Igreja Católica pela sua preocupação em procurar soluções coletivas para o país.

A CEM tem sido uma das principais vozes de denúncia da violência que atinge Cabo Delgado desde 2017, onde os ataques de grupos radicais islâmicos já provocaram mais de 2 mil mortes e de 700 mil deslocados.
[OC - Ecclesia]