Domingo, 2 de Agosto de 2015
 “L'Avvenire”, o jornal dos bispos italianos, publicou, recentemente, uma notícia atraente, intitulada “A missão franciscana na vida nocturna romana”. Movido pela curiosidade, fomos ao seu encontro, para falar com eles. Fiéis ao carisma de São Francisco (e também de Santo António de Pádua), os Frades Menores Conventuais tiveram uma iniciativa simpática: de 12 de Junho até 2 de Setembro – entre as 19 horas e a meia-noite – irão estar todas as noites entre as pessoas que visitam o “Lungotevere” [as margens do rio Tibre], em Roma.

“É um modo concreto de responder à ‘Evangelii Gaudium’ do Papa Francisco”, explica o padre Paolo Fiasconaro, director do Centro Missionário Franciscano, em Roma. “Na Igreja e na vida consagrada, somos demasiado rígidos, escravos das estruturas, temos medo de sair. Sendo assim, temos de ir ao encontro das pessoas seja aonde for que elas se encontrem. Eu acho que já não posso mais voltar para a missão, e, então, eu decidi fazer algo aqui, neste ambiente secular. E devo dizer que a experiência é boa”, acrescentou o P. Paolo.