Massacres no Congo intensificam-se, 49 pessoas assassinadas numa semana

Immagine

Quarta-feira, 27 de Maio de 2020
“O fim de semana passado foi um dos mais mortais, provocando 25 vítimas”, alertou o Centro de Estudos sobre a Paz, a Democracia e os Direitos Humanos (CEPADHO), uma organização não governamental local, em comunicado enviado à
agência Fides. O comunicado refere-se ao facto de, na manhã de domingo, dia 24, um grupo armado ter atacado várias localidades no leste da República Democrática do Congo (RDC). Além das 25 pessoas assassinadas, outras 45 foram sequestradas, seis casas incendiadas e um lar de idosos saqueado.

Contando com estas vítimas, ao todo foram 49 os civis assassinados numa semana, entre 18 e 24 de maio. Sobe assim para 587 o total de civis massacrados desde a ofensiva lançada contra o grupo armado das Forças Democráticas Aliadas (ADF, na sigla inglesa) por parte do exército congolês a 30 de outubro de 2019. A CEPADHO apelou ao Presidente da RDC, Félix Tshisekedi, que reforce as operações militares realizadas na área para proteger as populações locais das represálias das ADF. [7Margens]