Direitos Humanos: Movimento Católico Global pelo Clima lança apelo por justiça racial

Immagine

Sábado, 4 de Julho de 2020
O Movimento Católico Global pelo Clima manifestou a sua solidariedade ao movimento ‘Vida Negras Importam’ e a outros grupos que lutam pela justiça racial. “Sendo um movimento global que abrange diversas comunidades, estamos comprometidos com a oração e ação urgentes para ouvir o grito da Terra e o grito dos pobres”, refere o organismo internacional.

Foto Vatican Media

O movimento inspira-se na proposta de “ecologia integral”, lançada há cinco anos na encíclica ‘Laudato Si’, do Papa Francisco, sublinhando a necessidade de “reparar as relações” entre os seres humanos e destes com a natureza. “Como católicos, acreditamos na esperança de redenção. Exortamos todas as pessoas a redimir os pecados, aproximando-se de Deus e uns dos outros. Também encorajamos a oração em ação, participando e apoiando o trabalho da justiça racial”, pode ler-se no comunicado.

O assassinato do afro-americano George Floyd, em Minneapolis (EUA), a 25 de maio, desencadeou protestos em várias partes do mundo contra o racismo e a violência policial. A versão brasileira de ‘Black Lives Matter’ quis chamar a atenção para “uma sociedade que banaliza a morte de jovens negros nas favelas e periferias”.

A Pastoral Afro-Brasileira da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) pronunciou-se, através de uma nota, sobre as manifestações contra o racismo, afirmando que “vidas negras importam sim”, e não podem ser exterminadas pelas forças policiais.

“Não é possível calar diante dos processos históricos de banalização e destruição das vidas dos negros e negras. Esta realidade nefasta, originada na escravidão, ainda pesa sobre o povo negro e manifesta-se de diferentes formas na sociedade. É um verdadeiro holocausto, justificado pelo odioso racismo que matou e continua exterminando negros e negras”, indica o organismo católico.
[OC - Ecclesia]