COMBONI COMO HOJE

Aumentano odio e paura nel mondo e sul web. Ma anche chi alza la voce a difesa dei diritti umani

Dal “muslim ban” voluto da Trump alla “pulizia etnica” contro la popolazione Rohingya in Myanmar passando per il giro di vite in Francia e Polonia nel diritto a manifestare e le fake news alimentate dai politici per manipolare l’opinione pubblica. Questo il quadro offerto da Amnesty International nel Rapporto 2017-2018 sulla situazione dei diritti umani nel mondo. Ma se le violazioni sembrano aumentare, cresce anche l’attivismo digitale con movimenti come #MeToo e “Ni una menos” che denunciano violenze e soprusi. [SIR]

Giovedì 22 febbraio 2018 Aumentano odio e paura nel mondo e sul web. Ma anche chi alza la voce a difesa dei diritti umani. Dal “muslim ban” voluto da Trump alla “pulizia etnica” contro la popolazione Rohingya in Myanmar passando per il giro di vite in Francia e Polonia nel diritto a manifestare e le fake news alimentate dai politici per manipolare l’opinione pubblica. Questo il quadro offerto da Amnesty International nel Rapporto 2017-2018 sulla situazione dei diritti umani nel mondo. Ma se le violazioni sembrano aumentare, cresce anche l’attivismo digitale con movimenti come #MeToo e “Ni una menos” che denunciano violenze e soprusi. [SIR]
Quinta-feira, 22 de Fevereiro de 2018 O título deste livro “Em nome da humanidade”, de Riccardo Petrella, pode parecer imensurável em comparação com as possibilidades da sua tradução concreta. Riccardo Petrella propõe dar à humanidade o estatuto de sujeito jurídico e político porque expressa “a consciência da pertença dos seres humanos à mesma entidade, a comunidade plural humana, e a sua vontade de convivência”. A iniciativa insere-se no contexto da preparação para o Fórum Social Mundial que se realizará de 13 a 17 de Março de 2018, em Salvador da Bahia, no Brasil.
Giovedì 22 febbraio 2018 Papa Francesco dedica il 23 febbraio ai drammi di Sud Sudan e Repubblica democratica del Congo. Digiuno e preghiera, quasi a indicare un disarmo assoluto e unilaterale che fa leva esclusivamente sul Signore. Perché col Salmo potremmo ripetere: “Chi si vanta dei carri e chi dei cavalli, noi siamo forti nel nome del Signore nostro Dio. Quelli si piegano e cadono, ma noi restiamo in piedi e siamo saldi” (Salmo 19,8-9). Questo è il messaggio assolutamente non velato che Papa Francesco intende opporre alla forza della violenza che genera morte, distruzione e lutto. [...]
Thursday, February 22, 2018 On February 23rd, first Friday of Lent, will be celebrated a special Day of Fasting and Prayer for peace, with a special focus on South Sudan and the Democratic Republic of Congo. The initiative was launched by Pope Francis during the Angelus prayer of Sunday February 4, inviting also the faithful of non-Catholic and non-Christian traditions and religions to join, “in whatever ways they deem most appropriate, all together”. From the World Council of Churches to the Anglican Communities, to Coreis Muslims in Italy: drawing up a “list” of the initiatives is impossible, but the invitation was met with “positive, global” response. [M. Chiara Biagioni – SIR].
Quénia, 21 de Fevereiro de 2018 Os provinciais e delegados combonianos da África francófona, anglófona e Moçambique encontram-se reunidos em Nairobi (Quénia). A reunião decorrerá de 16 a 26 de Fevereiro. Estão presentes também o P. Jeremias dos Santos Martins, Vigário Geral, o P. Pietro Ciuciulla, membro do Conselho Geral, e o P. Mariano Tibaldo, secretário geral da missão. É a primeira vez que os superiores provinciais de toda a África se encontram todos juntos. O objectivo da reunião é encontrar linhas de acção comuns em vários campos, desde a missão até à formação. Na foto, desde a esquerda: P. Edward Kanyike (Malawi/Zâmbia) e P. Jude Burgers (África do Sul).
Quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018 Os habitantes do Rio de Janeiro, no Brasil, estão a passar por um momento difícil devida à intervenção do Exército no sentido de querer controlar a violência que tem vindo sempre a aumentar nos últimos anos. Solidário com o povo desta bela cidade, o P. Saverio Paolillo, comboniano italiano a trabalhar na Pastoral do Menor e Carcerária, no Brasil, compôs um poema-oração, uma bela reflexão que a seguir publicamos, e que, sem dúvida, não deixa de ser um desafio, para quem ama e quer bem ao Brasil. Espero que seja também uma ajuda, ao início desta Quaresma, para vivermos mais a sério a fé e de um modo mais comprometido a Campanha da Fraternidade “Somos todos irmãos”, que está a decorrer no País.
Wednesday, February 21, 2018 During the VIVAT Annual Meeting (January 25, 2018), we discussed the needs of a statement on the situation in DR Congo. The main idea was to show the moral support to the local Catholics who have been courageously fighting for peace and justice. So the Board decided through email that VIVAT President sends a letter [see attachment] to the all provincial superiors of VIVAT Member Congregations in DR Congo to express our prayer and solidarity, and invite them to share information with our Offices in New York and Geneva. In the picture: Peaceful march for the DR Congo on February 11, 2018 in Rome.
Wednesday, February 21, 2018 After independence from Britain on January 1, 1956, the southern Sudan region mostly black remained united with the North of the Sudan which is Arab and Muslim. The religious presence was mixed with two large majorities, Animist and Christian and a minority 7-8% of Muslims –The gradual imposition of the Sharia law by the North resulted in two long wars – one of the longest in the world (1955-2005, with a short and fragile “peace” from 1973 to 1983) – which ended with agreements signed in Nairobi in 2005. The result of these 38 years of war were more than 2.5 million people dead and the region of the South completely devastated, empoverished and without services and infrastructures.
Wednesday, February 21, 2018 On Friday, February 23, 2018 Pope Francis called on people of faith and good will to observe a day of prayer in solidarity with the people of the Democratic Republic of the Congo (DRC) and South Sudan. The Pope’s concern is the endless suffering which stems from one similar problem: bad governance and exploitation of resources. The civil war in South Sudan has claimed thousands of lives over the years. Recently, in addition to ongoing killings in the D.R. Congo, the Church has now become the target because of speaking up, calling for the rule of law, specifically asking the president to hold the long overdue elections. Click here to learn more about the two countries.
Roma, 21 de Fevereiro de 2018 Diante da persistência de conflitos em diversas partes do mundo, o Papa Francisco convocou para 23 de Fevereiro um Dia de Jejum e Oração pela Paz, para recordar, em particular, as populações da República Democrática do Congo e do Sudão do Sul. “As vitórias obtidas com a violência são falsas vitórias”, afirmou o Santo Padre. “Diante da trágica continuação de situações de conflito em diversas partes do mundo, convido todos os fiéis a um Dia especial de Oração e Jejum pela Paz em 23 de Fevereiro próximo, sexta-feira da Primeira Semana da Quaresma”.
Giovedì 22 febbraio 2018 Aumentano odio e paura nel mondo e sul web. Ma anche chi alza la voce a difesa dei diritti umani. Dal “muslim ban” voluto da Trump alla “pulizia etnica” contro la popolazione Rohingya in Myanmar passando per il giro di vite in Francia e Polonia nel diritto a manifestare e le fake news alimentate dai politici per manipolare l’opinione pubblica. Questo il quadro offerto da Amnesty International nel Rapporto 2017-2018 sulla situazione dei diritti umani nel mondo. Ma se le violazioni sembrano aumentare, cresce anche l’attivismo digitale con movimenti come #MeToo e “Ni una menos” che denunciano violenze e soprusi. [SIR]
Monday, February 19, 2018
“We recognize – tells us Fr. Domenico Guarino, Comboni missionary – the spreading of a culture of exclusion. Today, people feel free of any social responsibility, any tie with others, any common objective. It is urgent to focus again on the stories and the lives of migrants in order to stand up to racism and xenophobia, that are based on false assumptions and on information controlled and manipulated by the media. Through activities we promote in schools and in parishes, we present the stories of migrants by retracing the various phases of their journeys: the reasons why they left, their stay in Libya which upends their lives forever, crossing the Mediterranean and their arrival in Italy, where they end up being mere numbers. To go beyond the lies, to recognize and defend the rights of migrants as persons, are all very important steps in the building of an inter-cultural and multi-cultural society.”
Roma, 21 de Fevereiro de 2018
Caríssimos coirmãos, saudações e orações de Roma. O nosso Conselho Geral deseja agradecer a todos vós com espírito reconhecido pela vossa proximidade e solidariedade nestes dias de grande dor pela perda do nosso coirmão, P. Rogelio Bustos Juárez, Assistente Geral, que nos deixou dia 27 de Janeiro passado. Com esta mensagem quero dizer obrigado a todos vós, coirmãos, e às Irmãs Missionárias Combonianas, às Seculares Missionárias Combonianas, aos Leigos Missionários Combonianos e a muitos outros que estiveram próximos ao nosso Instituto. Obrigado por nos terdes acompanhado nestes dias de luto, de fé e de oração. Que Deus nos console a todos, escute a oração do Rogelio e nos dê as graças necessárias para viver como viveu o Rogelio, agradecendo a Deus pela sua vida jovem e pelos exemplos e os ensinamentos que nos deixou. [P. Tesfaye Tadesse G., em nome do Conselho Geral]
Papa: Intenzione di preghiera del mese di febbraio 2018 [01:12]
Giornata contro la tratta di persone: “Verso la felicità” [01:27]
Hino da Campanha da Fraternidade 2018 no Brasil [04:11]